Institucional - História da Liga

HISTORIA DA LIGA MINEIRA DE JUDÔ

 

 

 

A partir de outubro de 1988, um grupo de professores de judô começou a se reunir  para  avaliar a situação caótica do esporte de Jigoro kano em Minas Gerais.

A proposta era de se fundar uma outra entidade para dirigir o judô em nosso estado e foi fundamentada na nova constituição promulgada naquele mesmo ano (ver itens 17, 18 19 e 20 do titulo II capitulo I, artigo 5º e 217º item I da nossa carta magna).

Discordávamos inteiramente da administração implantada na Federação Mineira de Judô. Por idealismo e com desprendimento, deixamos para trás um patrimônio que ajudamos a construir, assim como nossos títulos, registros de graduação de faixa e de árbitro.

No inicio de 1989 implantamos em Minas Gerais a União Mineira de Judô Tradicional e o nosso grande objetivo era demonstrar que poderíamos administrar o Judô sem cobranças de taxas exorbitantes (ver FINANÇAS – tabela de preços – no menu). Das 28 taxas cobradas naquela época pela Federação Mineira de Judô diminuímos para somente três na União. Outra reforma das mais urgentes  com a criação da nova entidade era a total reformulação nas competições de crianças até 12 anos. E já no calendário e regulamento técnico  de 1989  foram incluídas as novidades. Foi eliminada a contagem de pontos para clubes, classificação nos eventos e todas as crianças recebiam medalhas iguais e sem podium. As chaves tinham no máximo quatro crianças e  lutavam entre si no mínimo duas vezes. Foram eliminados todos os contra golpes e técnicas consideradas perigosas. Foi criada a Comissão de Atletas que tinha direito de voto em todas as reuniões da UMJT e a Comissão de Graus que  escolhida pelo Conselho Técnico tornou-se um órgão independente dentro da nova entidade. Com estas e outras reformulações a resposta foi imediata e no ano seguinte os filiados duplicaram. Com este crescimento veio a necessidade de melhor administrar o Judô e por isto foram criadas duas delegacias a Triagulina e Sul Mineira, hoje com vida própria e transformadas em Liga Triangulina de Judô e Liga Sul Mineira de Judô contando com número expressivo de filiados.

Somente no ano de 2001 vimos com satisfação na Página do JUDO BRASIL a questão levantada por diversos professores sobre a competição infantil e vimos que estávamos corretos ao adotarmos estas medidas em 1989. – Doze anos antes do que os órgãos “denominados oficiais”.

Durante este tempo organizamos e realizamos competições da Federação Universitária Mineira de Esportes, da Academia de Policia Militar de Minas Gerais, da Comissão Desportiva Militar do Brasil, órgão subordinado ao Estado Maior das Forças Armadas e Jogos do Interior de Minas Gerais da Secretaria Estadual de Esportes.

Da Liga Mineira de Judô surgiu a Liga Nacional de Judô, hoje com mais de dez Estados da União filiados e que foi fundada em Minas Gerais, tendo como grande precursor o Professor Albano Augusto Pinto Correa Neto. O Professor Galileu José de Paiva Filho, Professor Albano, Professor Wilson, Professor Gomes do Rio de Janeiro juntamente com outros grandes mestres    assinaram a ata de fundação e o primeiro estatuto da Liga  Nacional de Judô. Também da Liga Mineira de Judô saiu o primeiro presidente  da Liga Nacional de Judô.

Durante todos estes anos a Liga Mineira soube dar o exemplo do Judô Genérico; Aquele que funciona bem, com um preço mais acessível e o mais importante é que em momento algum recebemos verbas de qualquer poder público. O que houve foi cooperativismo, transparência e honestidade. Na Liga os professores tem paz para realizar o seu trabalho, fazendo do Judô um complemento educacional e formador da personalidade dos jovens, utilizando uma metodologia de ensino moderna e atualizada.

POUCAS SÃO AS FEDERAÇÕES E LIGAS DE JUDÔ NO BRASIL QUE TEM UMA SEDE PRÓPRIA E OUTRO MOTIVO DE GRANDE ORGULHO NOSSO É APRESENTARMOS ESTAS GESTÕES DE TRANSPARENCIA NO DECORRER DESTES ANOS, INCLUINDO EM NOSSO PATRIMONIO A NOSSA SEDE PRÓPRIA A 500 METROS DA SEDE ADMINISTRATIVA DO GOVERNO ESTADUAL.

Mas o nosso maior patrimônio são os nossos 10.000 (Dez mil atletas filiados), que hoje convivem num clima de ajuda mútua e camaradagem.

E isto é que pretendemos manter, para que os objetivos traçados na nossa fundação alcem vôos cada vez mais alto para melhor atendermos a nossa sociedade.

 

 

LIGA MINEIRA DE JUDÔ

JUDÔ EM UMA NOVA DIMENSÃO