Notícias - Instrução Normativa 001 LMJ 2011

24Fev2016

Instrução Normativa 001 – LMJ 2011

Que trata de condição para exame de Faixa Preta

 

Da: Liga Mineira de Judô

Para: Filiados / Vinculados

 

Senhor Professor

 

De acordo com a Ata da Comissão Estadual de Graus datada de 23 de maio de 2009 ficou definida as seguintes normas para os exames de faixas pretas na Liga Mineira de Judô:

 

1 – Os Judocas candidatos a exame de faixas pretas de shodan a yondan deverão comprovar através de declaração obtida junto ao Diretor de Arbitragem da LMJ o número de horas trabalhadas como árbitro na Liga.

2 – Os candidatos a exame de faixas e analise de currículo deverão apresentar o mínimo de cem horas trabalhadas. Para o colaborador da LMJ deverá ser apresentado o mínimo de oitenta horas trabalhadas.

3 – Mesmo sem completar o número de horas exigidas o candidato poderá fazer o exame de faixas, porem ele  receberá somente um Certificado Provisório até completar as horas restantes.

 

A partir destas normas da Comissão Estadual de Graus o Conselho Administrativo da LMJ vem regulamentar as condições dos atletas para o exame:

 

A – Entende-se como colaborador da LMJ diretores, ex diretores e judocas com cargos relevantes na Liga.

B – As horas de arbitragem prestadas fazem parte das exigências para o exame de faixas pretas ou para analise de currículo sendo que o candidato não pode ser enquadrado como colaborador neste caso.

C – Após cumprir as horas determinadas e o árbitro continuar atuando nas competições da Liga ele deverá exigir do Diretor de Arbitragem o Certificado de Colaborador para usufruir dos descontos.

D – A cada promoção de graus as horas serão zeradas.

E – Os árbitros remunerados pela LMJ só poderão pleitear 50% das horas trabalhadas e constantes dos relatórios do Diretor de Arbitragem.

 

Belo Horizonte, 12 de maio de 2011

 

 

 

Galileu José de Paiva Filho

Conselho Administrativo da LMJ